Avenida Doze de Maio, 353 CEP 85150-000 - Turvo - Paraná - CEP 85150-000 |
(42) 3642-1145 |
ouvidoria@turvo.pr.gov.br
Acessibilidade

Prefeitura e IFPR formam 34 novos tecnólogos

Segunda-feira, 05 de dezembro de 2022

Última Modificação: 05/12/2022 15:48:34 | Visualizada 39 vezes


Ouvir matéria

No dia 25 de novembro, aconteceu no Salão da Terceira Idade a formatura para entrega de certificados aos acadêmicos que concluíram os cursos técnicos oferecidos pela Prefeitura Municipal de Turvo em parceria com a Instituto Federal de Inovação Tecnologia do Paraná (IFPR).


Os cursos com duração de 2 anos especializaram 34 novos tecnólogos, sendo, 21 como Técnicos em Administração e 13 como Técnicos em Serviços Públicos.


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação juntamente com o Instituto Federal de Inovação Tecnologia do Paraná promovem cursos técnicos a sociedade, dispostos a oferecer o aproveitamento de oportunidades locais, proporcionando aprendizagem de técnicas com o objetivo de estimular o pensamento científico; além de viabilizar interação entre as instituições públicas e o setor privado, impulsionando o desenvolvimento socioeconômico do município.

Como funciona o polo institucional no município de Turvo:

O Polo EaD (Educação a distância) ofertado pela UAB (Universidade Aberta do Brasil) é uma ferramenta acadêmica de apoio pedagógico, tecnológico e administrativo para as atividades de ensino superior e aprendizagem, dos cursos e programas de Educação a Distância – A EaD, é de responsabilidade das Instituições de Ensino Superior (IES).


Relaciona-se a um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos superiores por meio da educação a distância de forma gratuita. A meta prioritária do Sistema UAB é aproveitar da infraestrutura de Polo de Apoio Presencial para atendimentos dos acadêmicos.


Os Polos UAB são mantidos em regime de colaboração por estados e, especialmente municípios.

Os principais objetivos deste programa são:

•    oportunizar a oferta de cursos para dirigentes, gestores e outros profissionais da educação básica da rede pública;
•    reduzir as desigualdades na oferta de ensino superior e desenvolver um amplo sistema nacional de educação superior a distância. 
•    formar professores e outros profissionais de educação nas áreas da diversidade;
•     disseminação e desenvolvimento de metodologias educacionais de inserção dos temas de áreas como educação de jovens e adultos, educação ambiental, educação patrimonial, educação para os direitos humanos, educação das relações étnico-raciais, de gênero e orientação sexual e temas da atualidade no cotidiano das práticas das redes de ensino pública e privada de educação básica no Brasil.

 Galeria de Fotos

 Veja Também